quarta-feira, 18 de abril de 2012

Mudanças

Nós somos seres em constante mudança. Mesmo mantendo os mesmos objetivos de vida, ainda estamos constantemente mudando nossos desejos e temores. Nem os desejos nem os temores permacem os mesmos. Eles mudam de acordo com o contexto no qual estamos e através de nossas experiências. Você não tem os mesmos desejos e temores que tinha aos 15 anos. Por isso, toda a sua visão de vida e perspectiva mudam constantemente, o tempo todo. Esforçar-se para tentar manter os mesmos sentimentos e perspectivas seria uma imbecilidade, já que impediria sua evolução e aprendizado. Nós estamos sempre questionando e aprendendo. E quanto mais fizermos isso mais vamos mudar para uma forma de caráter que nos parece mais adequado com base em tudo o que analisamos. Assim, podemos evoluir continuamente, sempre mudando e sempre sendo mais autênticos do que antes. Essas constantes mudanças exigem que mudemos nossos modos de pensar e nossas perspectivas com frequência. Obviamente, as mudanças que fazemos podem acabar afetando inclusive nossos objetivos de vida. Isso, no entanto não é um problema, desde que sejamos sempre questionadores e que tentemos sempre sermos verdadeiros conosco, buscando sempre o que de fato desperta nossa, paixão, buscando as causas pelas quais queremos lutar.
Outro fator de caos que constitui pessoas autênticas é a constante presença do paradoxo. Nenhma pessoa tem sentimentos e ideias unilaterais. Todos nós somos constantemente bombardeados por pensamentos opostos e sentimentos conflitantes. Você está de dieta, mas tem fome de doce; está casado, mas tem vontade de sair com outra pessoa; quer passar no vestibular, mas não tem vontade de estudar, etc. Esses conflitos de pensamentos e sentimentos colocam a nossa frente diversas questões com as quais temos que lidar e escolhas que temos que fazer a todo momento. Para fazer essas scolhas e ser autêntico, você precisa sempre se questionar sobre seus valores, objetivos e sobre o que mudou. Assim, tentará entender o que como deve agir e que escolhas deve fazer para ser verdadeiro com o caminho que escolheu. E essa escolha de caminho pode ser a mesma de 10 anos atrás, mas para ser autêntica tem que ser questionada com frequência, já que ela pode continuar sendo o objetivo que você almeja ou pode ter mudado de significado pra você. Talvez agora você não faça mais questão de passar no vestibular, esteja cansado do seu casamento ou não queira mais fazer dieta.... São possibilidades que existem e negá-las sem questiná-las seria ser falso consigo mesmo, mesmo que faça isso apenas para evitar conflitos. Conflitos ás vezes são necessários quando mudanças precisam acontecer. De qualquer forma, o questionamento te ajudará a reafirmar ou a modificar seus objetivos, e te colocará noamentos nos eixos que são adeuqados para você nesse momento e contexto da sua vida.
Agora imagine isso tudo que pensamos elevado ao quadrado, ou ao cubo, ou aumentanto em uma progressão geométrica! Isso é o que acontece nos relacionamentos. Quando nos relacionamos estamos lidando com os desejos, temores, objetivos, paradoxos e mundanças nossos e de outras pessoas ao mesmo tempo! Um completo caos! Tudo muda a todo momento, em você e nos outros. Por isso tantos conflitos.
Ao meu ver, a melhor forma de amenizar maiores decepções é exercitar o questionamento que você faz individualmente também com as pessoas. Imdividualmente você se perguntaria oq ue precisa mudar em si mesmo, que atitudes que você tem que não são adequadas aoq ue você é ou pretender ser, o que fazer com os paradoxos que vive, etc. Em um relacionamento, as pessoas envolvidas podem juntas questionar o que precisa mudar na relação, como lidar com os paradoxos que aparecem, quais são os objetivos individuais e como eles se relacionam, etc. É importante lembrar que tanto os questionamentos individuais como os questionamentos de relacionamento devem ser feitos constantemente, com frequência, já que novos paradoxos surgem a cada momento e que os temores e desejos mudam com os contextos e experiências.

Um comentário:

  1. "Nós somos seres em constante mudança", já Hegel defendia isso.
    :)

    ResponderExcluir